quinta-feira, 31 de maio de 2007

Do desejo e outro demónio...

E quando o querer chega sem avisar e o desejo estremece?
o corpo aquece
a alma não o arrefece
o desejo toma conta
de mim
de ti
de tudo!
Tento negar
procuro disfarçar...
Impossível!
Irresistível!
Deixo o desejo
levar-me
guiar-me
o caminho chega a ti...
Inevitável!

segunda-feira, 28 de maio de 2007

Just let me be free

Foto: Autor desconhecido

Voo porque sou livre
o voo é sempre frágil
mas não deixo de voar

quinta-feira, 24 de maio de 2007

segunda-feira, 21 de maio de 2007

Salto alto

Foto de: Helmut Newton

É mais fácil ignorar-te se não te sentir ao mesmo nível...

sexta-feira, 18 de maio de 2007

Coisa ruim

Foto: Sarah Moon
O que sinto altera o que vejo
o que vejo não altera o que sinto
não reconheço mais o meu olhar
Se perder o traço de humanidade...

quarta-feira, 16 de maio de 2007

Just breathe

Foto: Sarah Moon

Nem todas as borboletas do mundo...
me salvam da ausência do teu sorriso.

terça-feira, 15 de maio de 2007

sexta-feira, 11 de maio de 2007

Entre colunas

Estava sentada no bar entre amigos. Ele chegou. Aquele andar característico de quem acredita ter o mundo a seus pés. O olhar perfeito de um castanho avelã, luminoso. O sorriso, imperfeito, brilhante. Dirigiu-se a uma das mesas de snooker para jogar com os amigos.
A outra mesa foi de imediato ocupada também.
- Obrigada Dri.
Não conseguia deixar de olhar para ele, hipnotizada. Era perfeito. Parecia perfeito.
- Tu importas-te de não me deixar tanto tempo à espera.
- Desculpa! Não me consigo concentrar.
- Assim, ainda se torna mais fácil ganhar.
Nem reparou na provocação. Chegou entre mesas um amigo.
- As meninas não querem uma partida sexista?
- Vamos a isso!
MAria estava sem palavras.
- Olá Adriana!
- Sou o Carlos. E tu?
Apresentou-se só assim...
- Maria.
- Gosto. Nome simples. Mulher com um brilho extraordinário.
Começou assim.

quarta-feira, 9 de maio de 2007

Oblivion

Arde sangue corpo e alma na pira de fogo ateado.
Queimou.
Segue sem saber a direcção
Segue sem seguir o coração
Segue seguindo a razão
No rasto da cinza que ficou.

terça-feira, 8 de maio de 2007

Espaço culinária: curioso...

Procurava num livro de receitas algo doce para fazer, quando descobri uma receita intitulada "Beijinhos da sogra".
Só constam os ingredientes:
"500gr. de açúcar, 400 gr. de farinha, 4 ovos, 1,5 dl de café forte sem açúcar, 2 dl de azeite, 1 colher de chá de canela e 1 de fermento. As claras são batidas em castelo."
Nada é dito quanto ao modo de preparação.
Será porque nos ditos populares "Sogras, nem de barro à porta!"?

sexta-feira, 4 de maio de 2007

"amizades"

Estranheza...
Passam-se anos e os amigos, mesmo aqueles que se perderam, ficam na memória.
Chatearam-se há anos atrás. O motivo nunca foi esclarecido. Não valia a pena. Mas não se foge do passado, nem do que fica mal esclarecido. O passado volta sempre... Talvez seja o momento de as águas acalmarem.

quarta-feira, 2 de maio de 2007

Ideias

Ficou por momentos sem saber como reagir.
Justificar sentimentos em nome de outro alguém não faz sentido.
- O que eu sinto pertence-me, responsabiliza-me, mas só a mim...