quinta-feira, 23 de outubro de 2008

Entre paredes...

Paredes Meninas, Ju Novais

... me sonho, me reinvento. Crio uma outra paleta para a minha vida. Com cores de criança sonho o arco-íris. Com olhos de menina vivo dia a dia.

segunda-feira, 20 de outubro de 2008

Ainda na senda da cegueira...

Fico surpreendida, bem, talvez o melhor termo seja chocada, com o que as pessoas são deliberadamente capazes de ignorar. Já ouvi que a santa ignorância é a padroeira da felicidade. Mas até onde pode ir a ausência de amor-próprio? Já ouvi histórias de amor/obsessão que deixam uma pessoa de rastos, mas sempre acreditei que seriam mais exagero do interlocutor ou fraqueza de espírito da vítima.
No entanto, actualmente, assisto ao ponto que a vida de uma pessoa pode chegar por cegueira/burrice/alegado amor. É inútil tentar dizer o que quer que seja, porque além de cega também já se verificou que a pessoa em questão ficou surda e, verdade seja dita, entre marido e mulher não se mete a colher!
Não sabia que fosse possível ficar obcecado, assim, em tão pouco tempo e tão profundamente. É complicado. Só resta esperar para ver se este tipo de cegueira tem cura.

quarta-feira, 15 de outubro de 2008

Blindness

Foto: da net

Diz-se que o amor é cego, mas o pior cego será sempre aquele que não quer ver...

quarta-feira, 8 de outubro de 2008

Red nails

E porquê?
Porque de acordo com um dos filmes da minha infância when I'm feeling sad I simply remember my favorite things and then I don't feel so bad*. Hoje acordei on the down side of life. O que fazer? Não há muito a fazer quando se acorda assim, a não ser tentar melhorar o humor. E não vale a pena que todo o mundo o perceba. Portanto, nada como calçar as botas predilectas, tirar do armário quase toda a roupa até finalmente acertar com a que fica bem e convém não esquecer de colocar um nadinha de pintura para dar um ar mais animado. Mas o bom foi passar logo ali na manicura que fica pertinho de casa e colocar um verniz bem vermelho, ficar com as mãos bem tratadas e umas unhas vermelhas, perfeitas!
*My favorite things, The Sound of Music

terça-feira, 7 de outubro de 2008

Wouldn't it be nice?



Plagio descaradamente o título da música dos "The Beach Boys", porque hoje o dia acordou cinzento. Porque vir trabalhar, logo pela manhã, quando mais ninguém o fez, não ajuda a iluminar o dia. Porque seria mesmo bom poder ir de férias, mas não um ir de férias de qualquer maneira. Mas antes um "ir de férias" mais assim para o fiquei-mesmo-com-dinheiro-e-posso-ir-sem-me-ralar-para-onde! E como quem nem quer a coisa, ir ao site deste Hotel e escolher assim um bungalow para mim e 'tou aqui 'tou ali em Bora Bora.

segunda-feira, 6 de outubro de 2008

Older (not the same as wiser)

Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades... pelo menos é o que se diz.
Mudaram-se os tempos, mudou o número de anos vividos. Não mudaram as pessoas, mas as pessoas mudaram.
Celebrei aniversário com as mesmas pessoas de há anos. Todos mudámos. Não dá para pensar se para melhor se para pior, mas mudámos. Fiquei, por momentos, parada, alheia às conversas, apenas a observar o que cada um de nós tinha de diferente. Onde começam os sinais da idade? Não vislumbrei muitos, porque a idade não é assim tanta. Mas estavam lá as pequenas e subtis mudanças. As diferenças em cada um. Em todos. Mas em nada alterou a comparência, a cumplicidade, a brincadeira, a amizade.
Podem vir mais aniversários, que envelhecer assim não faz mossa.