domingo, 29 de novembro de 2009

Um toque de divino



Céu e paz. Por entre as nuvens entrevêem-se os raios de sol que querem brilhar e iluminar o cinzento. Rasgam o céu em jeito, como quem diz que a bruma é tão necessária como a luz. Só sabendo a diferença se pode dar valor ao que se tem. Eu sei e dou.

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Never forget

Imagem: Google

Porque por vezes também é importante parar para recordar o caminho que se fez... Gosto de me lembrar do caminho que percorri. O caminho que me trouxe aqui. O caminho que me trouxe a ti.

terça-feira, 17 de novembro de 2009

Neblina

Mar revolto. Céu de tempestade. Paisagem de sonho. Momento inesquecível. Paz e serenidade. Contemplo a força da maré. Fico ali momentos com o sol. Só. Com os meus pensamentos. Por detrás de todas as nuvens cinzentas sei que o céu brilha de um azul intenso. Sim. Não será a neblina nem o turbilhão das ondas em fúria que me irá assustar, desde que continue a haver céu azul para alcançar.

terça-feira, 10 de novembro de 2009

Timeless

Imagem: Google

Sem princípio... Nem fim...
O começo sei. A primeira vez que os nossos olhares se cruzaram e sorrimos. O resto... o resto é uma história longa. Feita de momentos... olhares... sorrisos... toques... sentimentos... Feita de ti e de mim.

domingo, 8 de novembro de 2009

Smiling over the rainbow


A felicidade é assim. A chuva abranda. O arco-íris rasga o céu. E Lisboa é a nossa cidade…

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Se eu podia viver sem o meu desassossego? *

Basta-me um sorriso, um olhar. Sintonia. Um toque na mão. E o que acontece é sentir-me parte de céu. Basta-me olhar-te, ouvir-te, pensar em ti. O meu mundo sorri. Tudo parece maravilhoso. Até consigo dizer, escrever, o que sinto, a ternura, a paixão, o desassossego e ... tudo o mais. Sinto que há tanto por dizer, por sentir, por viver. Não sei se sei continuar a encontrar as palavras para tudo o que o meu coração sente, para tudo o que o meu corpo e a minha alma me dizem. Como explicar que me faz sentido estar nos teus braços. Que o meu mundo é um lugar feliz. E o que me acontece é sentir-me no céu.

* Poder podia, mas não seria a mesma coisa!

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Unforgettable

Há momentos assim... Ficam tatuados na memória, na pele, no coração, na alma... Tinha que ser Lisboa.

domingo, 1 de novembro de 2009

Hoje e sempre

Aprende-se que "amor é fogo que arde sem se ver". Mentira. Arde. Vê-se. Sente-se. O calor em cada poro que emana electricidade e prazer. Deixar atear a fogueira dos sentidos à flor da pele. Deixar o sangue ferver pelo corpo. O tempo será feito de ti e de mim. De nós. Na saudade apaixonada de cada expressão. De cada sorriso. De cada olhar. De cada toque. De cada beijo. Quero-te meu bem.